Competição de Design

O objetivo da competição de design é criar um espaço para estudantes e profissionais apresentarem soluções criativas para problemas práticos, trocar experiências com a comunidade de IHC, inspirar ideias e oportunidades para novos trabalhos.

No IHC 2019, a competição de Design tem por objetivo motivar os estudantes e os profissionais da área de IHC, Computação e Design a pensar em inovações tecnológicas para problemas socialmente relevantes. Os ganhadores, além da premiação, terão a oportunidade de apresentar seus trabalhos para um júri de profissionais atuantes na área de IHC e de publicar um resumo estendido da sua solução nos Anais estendidos do evento. As propostas finalistas serão divulgadas na página do IHC nas mídias sociais.

Tema da Competição

Adoção de animais abandonados: o abandono de animais nas ruas tem se tornando um grave problema em diversas capitais brasileiras. Apesar de ser considerada uma forma de agressão prevista na Lei Federal nº 9.605/98 (Lei de Crimes Ambientais), diariamente animais domésticos são abandonados, por diversos motivos, em ruas, parques, praças e até campi universitários. Muitas vezes acostumados a receber cuidados de humanos, esses animais não estão preparados para viver por conta própria, gerando um impacto social bastante negativo. Consequentemente, animais abandonados ficam expostos a maus-tratos e perigos, a doenças que podem ser transmitidas para humanos ou para outros animais, podem causar acidentes nas vias públicas, e causam impacto nas populações de animais silvestres locais.

Iniciativas para promover a conscientização e a adoção de animais abandonados têm sido intensificadas nos últimos anos em diversas regiões do país. Entretanto, quando alguém decide ter um animal de estimação nem sempre tem consciência da possibilidade de adotar um animal em situação de rua, em vez de comprar um filhote. Da mesma forma, é comum desconhecerem a grande quantidade de animais que aguardam adoção nos Centros de Controle de Zoonoses das prefeituras.

Nesse sentido, tanto a educação sobre posse responsável quanto a conscientização sobre adoção e cuidado dos animais em situação de rua são aspectos fundamentais para atenuar a situação do abandono de animais. Com esse desafio em mente, a Competição de Design deste ano convida a comunidade a pensar soluções computacionais interativas com o objetivo de promover a conscientização da população e apoiar a adoção de animais abandonados.

Desafio de Design

"In an age of mass production when everything must be planned and designed, design has become the most powerful tool with which man shapes his tools and environments (and, by extension, society and himself). This demands high social and moral responsibility from the designer. It also demands greater understanding of the people by those who practise design and more insight into the design process by the public." (Viktor Papanek, Design for the Real World)

Desafio: propor uma solução para apoiar a educação sobre posse responsável de animais e incentivar a adoção de animais abandonados.

Objetivo: A solução deve ajudar uma ou mais esferas específicas da sociedade a lidar com o problema do abandono de animais domésticos, promover a conscientização das pessoas sobre o problema e sobre a importância da adoção e/ou incentivar a adoção de animais em situação de rua.

Expectativas: Espera-se que a solução proposta explore diferentes paradigmas de interação (como Computação Ubíqua, Computação Vestível, Internet das Coisas, dentre outros), evitando propostas unicamente centradas em aplicativos móveis ou aplicações web. É fundamental que o problema seja bem caracterizado, apresente uma sólida base para o estabelecimento dos requisitos e necessidades, e que o processo seguido para se conceber a solução proposta seja relatado.

Submissões

Cada equipe deverá submeter 3 itens:
I. Relatório de até 3 páginas em Português ou Inglês;
II. Link para o protótipo interativo da solução proposta;
III. Link para vídeo-demo de até 2 minutos apresentando a solução.

Formação de Equipes

Cada equipe deve ter no mínimo 3 e no máximo 5 participantes, incluindo um líder. O líder pode ser professor(a) universitário (a), estudante de pós-graduação em nível de Doutorado ou profissional do mercado. Alunos de graduação, ainda que exerçam atividade remunerada no mercado, não se classificam como líderes de equipes. Cada equipe deve, obrigatoriamente, conter pelo menos 1 estudante de graduação ou pós-graduação.

Processo de Revisão

A Competição de Design consistirá em 2 etapas: Fase Eliminatória e Fase Classificatória - Apresentação Final.
1. Fase Eliminatória

Cada equipe deverá submeter os três itens solicitados: relatório, link para protótipo e link para vídeo-demo (ver detalhes abaixo). Um júri formado por pesquisadores e representantes da indústria escolherá os 5 melhores projetos que serão apresentados no IHC 2019. Os 5 projetos selecionados deverão considerar os comentários e sugestões recebidos e revisar a versão final do relatório que será publicada nos Anais estendidos do evento.

I. O relatório deve ter até 3 páginas (referências não contam no limite), ser escrito em Português ou Inglês, e seguir o formato 2017 ACM Master article (SIGCHI) (projeto disponível para overleaf). Usuários do MS Word devem usar o template Interim layout.docx e usuários LaTex devem seguir o template sample-sigchi.tex. O relatório deve estar organizado de acordo com a seguinte estrutura:
  • Título e autores (incluindo indicação clara de quem é o Líder da equipe);
  • Introdução: Contexto e problema abordado;
  • Metodologia/Processo: quais foram os caminhos seguidos para encontrar e projetar a solução (métodos empregados, pesquisa de campo, etc);
  • Justificativa: por quê a solução proposta é relevante ao contexto, por quê os métodos usados são adequados;
  • Solução proposta e Cenário de uso (descrição de um cenário de uso);
  • Viabilidade: argumentação crítica considerando a viabilidade de implementação real da solução considerando a infraestrutura necessária e a viabilidade econômica;
  • Link: link para o protótipo;
  • Link: link para o vídeo demo.
O relatório deve ser submetido eletronicamente em formato PDF por meio do sistema JEMS.

II. O protótipo deve permitir, pelo menos, simular a execução da ação/tarefa mais relevante para a solução proposta. As equipes podem utilizar qualquer ferramenta ou recurso de prototipação, desde que possam ser acessadas pelos avaliadores por meio de um link e que não exijam a instalação de nenhum recurso. Soluções que incluam a interação com objetos físicos, sensores e atuadores, podem criar representações gráficas desses objetos e detalhar/explicar no vídeo-demo.

A completude do protótipo é ponto positivo mas não obrigatório. Por exemplo: em um “Tinder” para animais, a tarefa principal seria visualizar possíveis animais, curtir ou não curtir, e visualizar detalhes do match.

III. O vídeo-demo deve ter até 2 minutos de duração, e deve apresentar o conceito da solução proposta e o seu protótipo com o objetivo de “vender a idéia” e convencer a audiência. A critério da equipe, os(as) participantes, o processo e as justificativas de design podem ser apresentados e explicados. O vídeo deve estar publicamente acessível no Youtube e categorizado com as tags: #IHC2019 #CompeticaoDesign #DesignCompetition

O vídeo-demo de cada equipe finalista será divulgado na página do IHC 2019 no Facebook e será apresentado na abertura da sessão da competição no evento.

2. Fase Classificatória - Apresentação Final

Os autores das 5 propostas selecionadas serão convidados a apresentá-las durante o IHC 2019. Pelo menos um representante de cada proposta selecionada deverá estar presente no evento para a apresentação. A Organização do evento oferecerá pelo menos uma inscrição por proposta selecionada.

Nesta etapa, um júri formado por pelo menos 3 representantes da indústria e da academia escolherá as 3 melhores propostas. Maiores detalhes sobre a fase final e instruções sobre a apresentação serão divulgados posteriormente às equipes finalistas.

Critérios para a Avaliação das Propostas: em ambas as fases, a avaliação das propostas será pautada pelos seguintes critérios:
1. Adequação da proposta ao tema da Competição de Design;
2. Responsabilidade: cuidado na caracterização e apresentação do tema; preocupação com as questões sociais e legais envolvidas; cuidado com o bem-estar dos animais; etc.
3. Rigor: qualidade do trabalho conduzido, desde o entendimento do problema à construção e análise do protótipo construído; clareza sobre o processo de design adotado; documentação do processo; organização e apresentação do relatório; fundamentação e justificativas para as decisões tomadas;
4. Criatividade: potencial da tecnologia proposta para ajudar a resolver o problema; inovação e originalidade da solução apresentada;
5. Viabilidade: possibilidade de concretização da proposta; viabilidade tecnológica e financeira.

Premiação

As Competições de Design do IHC têm sido muito concorridas com excelentes propostas e equipes altamente capacitadas, de modo que a seleção como finalista já se caracteriza como um atestado de excelência do trabalho submetido. Assim, cada equipe finalista que apresentar sua proposta no IHC 2019 receberá um Certificado de Reconhecimento (Menção Honrosa) pelo trabalho desenvolvido. Além dos certificados especiais para as melhores propostas, a equipe vencedora também receberá um prêmio a ser definido pela Organização.

Datas importantes

  • Prazo de submissão de propostas de Design: 08/07/2019 01/07/2019
  • Notificação dos resultados: 08/08/2019 31/07/2019
  • Envio da versão final: 26/08/2019 19/08/2019

Coordenação

  • Roberto Pereira (UFPR) - rpereira@inf.ufpr.br
  • Ticianne Darin (UFC) - ticianne@virtual.ufc.br

Revisores

  • Adriana Lopes Damian
  • Alex Gomes
  • Ana Fucs
  • Andre Bueno
  • André da Silva
  • Andre Freire
  • André Schlemmer
  • Bolivar Escobar
  • Bruno Santana
  • Carla Rodriguez
  • Carolina Calomeno
  • Cristiane Ellwanger
  • Cristina Paludo Santos
  • Daniel Alves
  • Darlinton Carvalho
  • Douglas Menegazzi
  • Ecivaldo Matos
  • Eduardo Tanaka
  • Eleandro Maschio
  • Emanuel Felipe Duarte
  • Fabrício Sales Pereira
  • Flávio Soares Corrêa da Silva
  • Franco Eusébio Garcia
  • Geanderson Santos
  • Jean Rosa
  • José Eurico de Vasconcelos Filho
  • Jose V. da Silva
  • Julia Stateri
  • Kamila Rodrigues
  • Leander Oliveira
  • Leticia Peres
  • Luciana da Silveira Espindola
  • Luciana Zaina
  • Luis Rivero
  • Maíra Canal
  • Marcelle Mota
  • Marcia Alves
  • Marcos Alexandre Rose Silva
  • Marcos Seruffo
  • Maria Claudia Emer
  • Matheus Cezarotto
  • Nayana Carneiro
  • Patricia de Souza
  • Patricia Jaques
  • Ricardo Caceffo
  • Rodrigo Bonacin
  • Rodrigo Seabra
  • Soraia Prietch
  • Taciana Pontual Falcão
  • Thiago Silva
  • Tiago Primo
  • Vinicius Ferreira
  • Yuska Paola Costa Aguiar